Posts filed under ‘besteiras’

Augusta, a nova mina de ouro de São Paulo

O texto abaixo era uma espécie de desabafo, que tentei transformar em matéria na época em que estava estagiando no jornal-laboratório da minha ex-faculdade. Nessa época eu não fazia nada o dia inteiro, então minha cabeça ficava livre pra pensar em muitas coisas, e, ao lembrar de domingo a noite, quando esperei horas e horas por uma pizza de muçarela (sim, com é com ç, horrível, não?) no Vitrine, resolvi escrever um textinho pra passar o tempo e expressar minha raiva. 

De lá pra cá, as coisas na Augusta mudaram um pouco, agora tem um monte de estabelecimento, mas o Vitrine continua a mesma merda.

 Augusta, a nova mina de ouro de São Paulo.

Qual é o destino de uma pizzaria cujas pizzas são piores que as servidas no Habib´s?

A resposta é: depende. Se ela ficar na Augusta, seu destino é o sucesso.

Instalada há anos na famosa rua Augusta, a pizzaria Vitrine, que em outros tempos passava despercebida pelos transeuntes, virou moda entre a nova geração de freqüentadores da região. As mesas só são mais disputadas pelos alternativos que o atendimento do garçom.

O nome do estabelecimento não poderia ser mais apropriado. O restaurante realmente parece uma vitrine, expondo a cena que tomou conta da tradicional rua boêmia da cidade. Nota-se um disfarçado porém óbvio desfile de moda no local, onde cada freqüentador exibe um estilo único mas semelhante aos demais. A porta está sempre abarrotada de jovens jogados ao chão, esperando os amigos ou simplesmente fazendo o social e há uma intensa e suspeita movimentação no banheiro.

Tendo em vista o atendimento precário e a qualidade da pizza, já mencionada acima, o sucesso da Vitrine, à primeira vista, é de espantar. Após algumas noites no point alternativo, o motivo fica claro: não há concorrência. Como a rua foi subitamente engolida pela cena alternativa, que vem crescendo a olhos nus, não houve tempo de montar uma estrutura que atenda à demanda de freqüentadores.

A cena local divide-se em dois grupos: os que entram nas casas noturnas e os que ficam vagando pela rua. Para os primeiros, há opções como a Outs, pioneira no lugar e principal responsável pelo “renascimento” da região. Para os segundos, há, além do Vitrine, no máximo cinco estabelecimentos com alguma infra-estrutura, que lotam rapidamente. Este último grupo cria um potencial gigante para pessoas com tato para negócios, pois é público garantido para qualquer estabelecimento que sirva cerveja gelada por um bom preço. Mas para que o lugar faça tanto sucesso quanto o Vitrine, é necessário captar a atmosfera trash-chic do lugar: a rua é caracterizada pelo contraste das boates de alternativos com as boates de strippers.

Quem captou o recado foi a rede de supermercados Dia, que abriu uma franquia na rua. O supermercado conta com um enorme espaço na frente, o que possibilita o encontro dos jovens embriagados e, por ser uma rede que atinge as classes B e C, oferece cerveja barata e o clima tosco que a região pede. O resultado é previsível: será o novo ponto de encontro da garotada paulistana.

___________________________________________________________ 

ps1: essa minha profecia quanto ao Dia não se realizou, nunca vi aquele supermercado aberto.
ps2: essa minha faculdade era um lixo.

agosto 22, 2007 at 9:02 am 10 comentários

(tsop oriemirP)

Estreando esse novo blog. Depois do A Vida de um Pixoxó e do Contos da Carolchinha, estréia hoje o Ao Contrário e Entre Parênteses, cujo título não está nem ao contrário, nem entre parênteses, mas não deixa de ser bom. Ele não é bom por ser genial nem nada, nem sei se é engraçado, mas é bom pela história por trás. Era uma vez uma bela noite regada a cerveja e maconha….

Enfim, já que tive que ficar uma hora a mais no trampo hoje, decidi preencher meu tempo com o blog. Depois posto algo decente.
BlogBlogs.Com.Br

julho 12, 2007 at 9:37 pm Deixe um comentário


Tópicos recentes

julho 2017
S T Q Q S S D
« maio    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Blog Stats

  • 15,701 hits