Archive for agosto, 2007

Está aberta a temporada de caça aos fumantes

Aproveitando que hoje é o Dia Nacional de Combate ao Fumo, publicarei um artigo meu do Jornal de Debates, cujo tema era a proibição do fumo em local público e a criação de fumódromos.

Me desculpem pela reprodução de textos antigos, acontece que com a faculdade e o trabalho, estou sem tempo pra pensar. Mas vamos lá:

Está aberta a temporada de caça aos fumantes

Fumantes também têm seus direitos. Só porque optaram por consumir um produto vendido legalmente em qualquer esquina, merecem ser caçados e discriminados?

Fazer caça ao cigarro é uma coisa. Ao fumante, é outra.
Antigamente, fumar era sinônimo de glamour. A mídia impulsionava o hábito, festivais eram patrocinados por marcas como Free e Hollywood. As estrelas fumavam, os homens de negócios fumavam, todos fumavam.
Eis que chega o culto ao corpo e o hábito, que antes era celebrado, se torna repugnante. Aos poucos se criou um preconceito não só em torno do cigarro, mas também das pessoas que fumam.
A campanha contra o cigarro é algo louvável. Realmente, o hábito não é bom e causa diversos males. Entretanto, o produto continua sendo legal e se encontra a venda em qualquer esquina.
A pessoa que resolve fumar não infringe nenhuma lei, e a maioria dos fumantes procura não incomodar os outros, fumando sozinho ou em espaços abertos. Além de ter que ouvir reclamação de seus familiares, amigos, sofrer preconceito no trabalho e ter que sentar num lugar exclusivo do restaurante, agora o cidadão que fuma não poderá fumar enquanto anda pela rua: terá que se isolar num ambiente para saciar seu vício, que foi amplamente divulgado pela mídia anos atrás e continua sendo, ainda que em doses menores.
Pelo jeito que as coisas vão indo, daqui a pouco os fumantes terão que andar com faixas sinalizando seu hábito, como os judeus em outros tempos.

agosto 29, 2007 at 9:01 am 8 comentários

Augusta, a nova mina de ouro de São Paulo

O texto abaixo era uma espécie de desabafo, que tentei transformar em matéria na época em que estava estagiando no jornal-laboratório da minha ex-faculdade. Nessa época eu não fazia nada o dia inteiro, então minha cabeça ficava livre pra pensar em muitas coisas, e, ao lembrar de domingo a noite, quando esperei horas e horas por uma pizza de muçarela (sim, com é com ç, horrível, não?) no Vitrine, resolvi escrever um textinho pra passar o tempo e expressar minha raiva. 

De lá pra cá, as coisas na Augusta mudaram um pouco, agora tem um monte de estabelecimento, mas o Vitrine continua a mesma merda.

 Augusta, a nova mina de ouro de São Paulo.

Qual é o destino de uma pizzaria cujas pizzas são piores que as servidas no Habib´s?

A resposta é: depende. Se ela ficar na Augusta, seu destino é o sucesso.

Instalada há anos na famosa rua Augusta, a pizzaria Vitrine, que em outros tempos passava despercebida pelos transeuntes, virou moda entre a nova geração de freqüentadores da região. As mesas só são mais disputadas pelos alternativos que o atendimento do garçom.

O nome do estabelecimento não poderia ser mais apropriado. O restaurante realmente parece uma vitrine, expondo a cena que tomou conta da tradicional rua boêmia da cidade. Nota-se um disfarçado porém óbvio desfile de moda no local, onde cada freqüentador exibe um estilo único mas semelhante aos demais. A porta está sempre abarrotada de jovens jogados ao chão, esperando os amigos ou simplesmente fazendo o social e há uma intensa e suspeita movimentação no banheiro.

Tendo em vista o atendimento precário e a qualidade da pizza, já mencionada acima, o sucesso da Vitrine, à primeira vista, é de espantar. Após algumas noites no point alternativo, o motivo fica claro: não há concorrência. Como a rua foi subitamente engolida pela cena alternativa, que vem crescendo a olhos nus, não houve tempo de montar uma estrutura que atenda à demanda de freqüentadores.

A cena local divide-se em dois grupos: os que entram nas casas noturnas e os que ficam vagando pela rua. Para os primeiros, há opções como a Outs, pioneira no lugar e principal responsável pelo “renascimento” da região. Para os segundos, há, além do Vitrine, no máximo cinco estabelecimentos com alguma infra-estrutura, que lotam rapidamente. Este último grupo cria um potencial gigante para pessoas com tato para negócios, pois é público garantido para qualquer estabelecimento que sirva cerveja gelada por um bom preço. Mas para que o lugar faça tanto sucesso quanto o Vitrine, é necessário captar a atmosfera trash-chic do lugar: a rua é caracterizada pelo contraste das boates de alternativos com as boates de strippers.

Quem captou o recado foi a rede de supermercados Dia, que abriu uma franquia na rua. O supermercado conta com um enorme espaço na frente, o que possibilita o encontro dos jovens embriagados e, por ser uma rede que atinge as classes B e C, oferece cerveja barata e o clima tosco que a região pede. O resultado é previsível: será o novo ponto de encontro da garotada paulistana.

___________________________________________________________ 

ps1: essa minha profecia quanto ao Dia não se realizou, nunca vi aquele supermercado aberto.
ps2: essa minha faculdade era um lixo.

agosto 22, 2007 at 9:02 am 10 comentários

O protesto revolucionário dos Cansados

Hoje eu dei risada ao abrir o jornalzinho que leio todas as manhãs.

No editorial de esportes, vi um anúncio – como um anúncio qualquer mesmo, espaço comprado no jornal e tal – do movimento Cansei. Nele, Hebe Camargo, Ivete Sangalo, Regina Duarte e Ana Maria Braga aparecem com a mão no peito e cara comovente (ou tentativa de fazer essa cara, pois só a Regina conseguiu. A Hebe aparece rindo, a Ivete está com cara de feliz e a Ana Maria, com aquela cara espichada de botox de sempre). Abaixo delas, um textinho “se você já cansou de gente que só quer levar vantagem, governo paralelo de traficantes, de pagar tantos impostos pra nada, de tanta impunidade, de tanta burocracia, de caos aéreo, de CPIs que não dão em nada, de ver crianças nas ruas e não nas escolas, de presidiários falando ao celular, de empresários corruptores, de bala perdida, de tanta impunição, de medo de parar no sinal, de achar tudo isso normal”. Depois desse texto, a convocação para o ato extraordinário que mudará o rumo do país: UM MINUTO DE SILÊNCIO PELO BRASIL.

Entrei no site, e o cronograma é isso:

12:00 – Chegada
13:00 – Minuto de silêncio
13:01 – Ato ecumênico
13:20 – Hino Nacional e encerramento

Fala sério… desde suas garotas-propaganda ao cronograma do protesto, vê-se um movimento sério, seríssimo. Tão sério que teve que comprar espaço no jornal, nem virou notícia.

Se eu fosse desses estudantes que ficam organizando protesto contra Bush, o aumento do passe, etc, eu ia lá só pra tumultuar e fazer os riquinhos cansados levarem bala de borracha e bomba de gás lacrimogêneo. Seria lindo!

agosto 16, 2007 at 7:55 am 5 comentários

Dono do Bahamas tem prisão decretada, mas hotel é liberado

Hoje deu no jornal que as obras do Oscar´s Hotel, localizado ao lado do Aeroporto de Congonhas, que, segundo os pilotos, atrapalham na aterrissagem, foram liberadas. 

É lógico que, em pleno caos aéreo, as obras deste hotel seriam liberadas. Também é lógico que o Bahamas, atualmente interditado, vai voltar a funcionar daqui a pouco. Afinal, com um cara como Oscar Maroni, não se brinca. Vai que ele resolve fazer como a Madame Washington e divulga o nome dos clientes da “casa de tolerância” mais luxuosa do Brasil? Aposto que até o Suplicy deve ter seu nome na lista.

Mas o bizarro mesmo foi Kassab só ter descoberto agora que o Bahamas era puteiro. Tá bom então.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

agosto 8, 2007 at 6:38 am 5 comentários

O caos omitido

Todo mundo fala de caos aéreo, mas ninguém fala de algo que afeta um número muito maior de pessoas: o caos terrestre.

Greve

Em menos de um ano, tivemos a tragédia do buraco do metrô (e eu não vi CPI pra isso), várias greves dos metroviários e uma nova que se anuncia. As passagens de ônibus e metrô ficaram mais caras. O trabalho da Marta de substituir as frotas de ônibus foi substituído por um da dobradinha Serra/Kassab, que botou a frota velha nas ruas novamente. As catracas dos terminais de ônibus foram abertas, o que prejudicou todo mundo, pois conta como uma integração a mais no bilhete único (que antes era ilimitado, e agora dá direito a 1 metrô e 2 ônibus no período de duas horas) e aumenta o tempo de espera pra saída do ônibus.

Cada greve afeta por volta de 3 milhões de pessoas e pára a cidade de São Paulo. Garanto que isso deixa a população muito mais cansada

___________________________________________________________

Comentando os comentários:

O Tomaz Amorim deixou dois links interessantes:  o parecer de Marilena Chauí  sobre o caos aéreo no blog Conversa Afiada e um blog satírico do “movimento” Cansei.

À quem assinou como “oiii”, gostaria de agradecer pelos elogios e avisar que há sim uma rede de blogs políticos. Chama-se Sivuca, e é gerenciada pelo jornalista Luis Carlos Azenha, do Vi o Mundo (que eu recomendo, já que você se interessa por esse tipo de coisa).

Gostaria de aproveitar e agradecer a todos os leitores do blog, e também às pessoas que ainda procuram carnificina no google e acabam chegando por aqui, pelas visitas. Em menos de um mês, já estou no ranking de blogs de destaque do WordPress! Muito obrigada!

agosto 1, 2007 at 11:21 am 2 comentários


Tópicos recentes

agosto 2007
S T Q Q S S D
« jul   set »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Blog Stats

  • 15,694 hits